Questões resolvidas prova Petrobras Engenharia de Produção e Administração (semana 3)

Pessoal,                                                                                                                                   Questões resolvidas da prova da Petrobras

com a prova da BR Distribuidora chegando, iremos fazer mais 5 questões da Cesgranrio  de provas para administradores e engenheiros de produção. Nas 2 semanas anteriores resolvemos questões de Controle Estatístico da Qualidade (CEP), Gestão de Projetos, Gestão de Custos, Planejamento Estratégico, Gestão de Estoques e Finanças (payback e análise de risco-retorno). Para conferir basta olhar os posts anteriores (os links estão no final desse post).

As questões desse post abordarão os temas: Estratégias de Localização Industrial, Gestão de Estoques e Arranjo Físico Industrial.

(CESG/PETROBRAS/2010)

ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO INDUSTRIAL

Uma empresa analisou fatores qualitativos para decidir a melhor localização de uma nova instalação industrial. A empresa definiu os fatores a serem considerados e, depois, o corpo gerencial atribuiu notas para cada fator, sendo zero para a pior condição e 10, para a melhor condição. As notas médias de cada fator são apresentadas na tabela.

Estrategia de localização

Com base nessa análise, afirma-se que a(s) localização( ões)

(A) X é a melhor opção.

(B) Y é a melhor opção.

(C) Z é a melhor opção.

(D) X e Y são equivalentes, pois obtiveram a mesma pontuação.

(E) Y e Z são equivalentes e melhores opções para a instalação.

 

Resolução:

Localização X:

Pontuação total = 4×10 + 6×4 + 6×6 + 8×10 + 10×4 =  220

Localização Y:

Pontuação total = 4×6 + 6×10 + 6×10 + 8×4 + 10×4 =  216

Localização Z:

Pontuação total = 4×6 + 6×6 + 6×6 + 8×6 + 10×8 = 224

A melhor localização é a Z. Gabarito letra C.

 

(CESG/BNDES/2008)

ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO INDUSTRIAL

Um fabricante de comida congelada opera com três lojas e decide centralizar os estoques dos produtos em um único armazém geral refrigerado. Cada loja, em vez de manter grandes estoques de produtos, fará seus pedidos diretamente ao armazém, que enviará estoques de reposição para cada uma das lojas, conforme a demanda. A localização de cada loja é indicada pelos seus pares ordenados (xi, yj), sendo xi a abscissa e yj a ordenada, em quilômetros. A tabela abaixo contém as coordenadas e as quantidades despachadas dos produtos para cada uma das três lojas.

Metodo do centro de gravidade

 

 

 

Levando-se em conta que cada uma das lojas tem diferentes volumes de vendas, a opção que representa corretamente as coordenadas de localização do armazém geral com menor custo, calculado pelo método do centro de gravidade, é:

(A) (1, 5)

(B) (2, 6)

(C) (4, 5)

(D) (6, 3)

(E) (8, 4)

 

Resolução:

Traça-se o gráfico com as coordenadas:

centro de gravidade - resolução

 

 

 

 

 

 

 

Pelo método do Centro de Gravidade:

Cx = coordenada x do centro de gravidade

Cy = coordenada y do centro de gravidade

dix = coordenada x da localização i (distância em x da localização à origem)

diy = coordenada y da localização i (distância em y da localização à origem)

Wi = volume movimentado de ou para a localização i

 

Cx = ∑ dixWi / ∑ Wi

Cx = (4×24 + 10×12 + 10×36) / (24 + 12 + 36) = 8

 

Cy = ∑ diyWi / ∑ Wi

Cy = (1×24 + 1×12 + 6×36) / (24 + 12 + 36) = 3,5

 

A opção que mais se aproxima é o Gabarito letra E.

 

(CESG/BNDES/2009)

ARRANJO FÍSICO INDUSTRIAL

Uma empresa comprou três máquinas e está analisando o melhor arranjo físico para instalação, conforme os cenários representados nas figuras abaixo.

Arranjo Físico

 

 

 

 

 

 

 

As unidades transportadas por dia entre as máquinas A, B e C são:

Arranjo Físico 2

 

 

 

Considerando que o custo depende da distância percorrida pelas unidades transportadas, o(s) cenário(s) de menor custo é(são)

(A) P1. (B) P2. (C) P3. (D) P1 e P2. (E) P1 e P3.

 

Resolução:

 

Como o custo depende somente da distância e das unidades transportadas utilizaremos:

Minimizar custo = ∑ N ij x Dij

em que,

N ij = número de cargas movimentadas do departamento i ao departamento j.

Dij = distância entre o departamento i ao departamento j.

 

Para o Cenário P1:

(A-B)      (B-C)       (A-C)

Custo = 5 x 10 + 8 x 15 + 10 x 20 = 370

Para o Cenário P2:

(A-B)      (B-C)       (A-C)

Custo = 5 x 20 + 8 x 15 + 10 x 10 = 320

 

Para o Cenário P3:

(A-B)    (B-C)       (A-C)

Custo = 5 x 20 + 8 x 10 + 10 x 15 = 330

 

O cenário de menor custo é o P2 => Gabarito letra B.

 

(CESG/TERMOMACAÉ/2009)

GESTÃO DE ESTOQUES

Um Técnico de Suprimentos calculou os custos de reposição, de estoque e totais para um determinado item e montou a tabela a seguir.

LEC

 

 

 

 

 

 

De acordo com a tabela, conclui-se que o Lote Econômico de Compra é

(A) 50 (B) 400 (C) 600 (D) 800 (E) 1000

 

Resolução:

Questão clássica de LEC e de rápida resolução.

Para resolver essa questão basta ter em mente o conceito de que o LEC é dado no ponto em que o custo de armazenagem é igual ao custo de emissão de pedidos. Na tabela, isso ocorre quando a quantidade do pedido é igual a 400. Gabarito letra B.

 

(CESG/PETROBRAS 2005)

GESTÃO DE ESTOQUES

A Local Autopeças utiliza o sistema de classificação ABC para analisar as demandas anuais de cinco tipos de peças que comercializa, conforme apresentado a seguir.

Curva ABC

 

 

 

 

Separando-se os produtos em grupos A, B, C (20%, 30%, 50%, respectivamente), com base na demanda anual em valores monetários, o produto que será classificado como pertencente à Classe A é:

(A) P01.

(B) P02.

(C) P03.

(D) P04.

(E) P05.

 

Resolução:

Calcula-se a Demanda Anual em Valores Monetário para todos os produtos:

Demanda Anual (em R$) = demanda anual x preço unitário

 

Demanda Anual (em R$) PO1 = 80 x 4 = 320

Demanda Anual (em R$) PO2 = 90 x 3 = 270

Demanda Anual (em R$) PO3 = 50 x 2 = 100

Demanda Anual (em R$) PO4 = 100 x 7 = 700

Demanda Anual (em R$) PO5 = 120 x 5 = 600

Total = 320 + 270 + 100 + 700 + 600 = 1990

 

Demanda Anual (em R$) PO1 / Total = 320 / 1990 = 0,16

Demanda Anual (em R$) PO2 / Total = 270 / 1990 = 0,135

Demanda Anual (em R$) PO3 / Total = 100 / 1990 = 0,05

Demanda Anual (em R$) PO4 / Total = 700 = 0,35

Demanda Anual (em R$) PO5 / Total = 600 / 1990 = 0,3

 

O produto de classe A é o que possui a maior % de Demanda Anual (em R$) que é o produto PO4.

 

Está estudando e ficou com dúvida em alguma questão? Envie pra nós no espaço dos comentários que tentaremos ajudar.

A prova da Petrobras Distribuidora acontecerá a menos de 2 semanas. A partir do dia 06/12 (segunda), estaremos comentando as questões aqui no blog. Venha e confira!

Bons estudos!